19 de abr de 2013

Chegou meu pedido

Apenas as mulheres sabem do que vou falar aqui.
Hoje depois de alguns dias esperando uma encomendinha feita pela internet bateu no interfone e eu já estava a postos quando chegou. Eu boto fé que vão me aliviar dos calorões indesejados que acometem mulheres que entram na menopausa, como eu.

Parece que é invenção quando encontramos uma mulher que se queixa dos mal estares que aparecem nesta fase da vida!
Não, não é frescura!
Sou uma delas e como não me aquieto com apenas uma visitinha ao médico ginecologista e ouço atentamente seus conselhos que em geral eles nos dizem que os sintomas desagradáveis da menopausa são assim mesmo: com calorões, suores e nervosismo. saio da consulta com aquela sensação de que tudo que fizer será inútil mesmo. E eu sou daquelas bem caxias que seguem a recomendação à risca e ultimamente nada tem me dado conforto.

Já tomei isoflavona, parei, depois tomei novamente. Alguns fogachos sumiram por um tempo. Hoje eles estão de volta, e com um agravante o calorão vem acompanhado de intenso suor por quase todo corpo.
E como eu uso muito a internet para ler e pesquisar descobri um produto chamado Black Cohosh.
esta é minha mais recente descoberta que espero venha me trazer alívio.

17 de abr de 2013

Traga me um copo d'água tenho sede



Hoje eu sai de bike pra rua, ainda que não fosse a passeio, e tivesse horário a cumprir; no meio do caminho encontro um cãozinho perambulando, ora pela calçada, ora pela rua indo de um lado prá outro! Não tive dúvidas voltei até ele e notei que ele tinha dono, pois tinha no pescoço um pedaço arrebentado de um tipo de fio, onde ele devia ser amarrado pra não fugir, apenas isso um fio, não era coleira com guia, mas um barbante que devia enforcá-lo! Tem pessoas que deviam ser banidas de vez da sociedade!

Ao sair do meu compromisso, enquanto retirava a bike presa num gradil com correntes observo um pequeno cão que já havia visto ao chegar. Apenas que agora ele parece estar mais exaurido e cansado. Fico muito triste de ver esse abandono de tantos cães e gatos pelo bairro que moro, pela cidade de porto alegre e por tantas estradas onde passo cortando pequenas outras cidades menores.

Parece um mundo sem governantes, nem pessoas exercendo tantas funções que deveriam nestes casos se prestarem a solucionar, prevenir e evitar que tivessem tantos animais nestas tristes situações de atropelamento, abandono, fome e desprezados por nós.
Consegui encontrar uma garrafinha de água que alguém esqueceu sob um balcão e avistei o mesmo cãozinho ao retirar a bike pra vir embora. Segui ele numa rua lateral da 3a. perimetral e o encontrei deitadinho na calçada. temi não ter como dar-lhe ao menos um pouco de água. Finalmente meus olhos encontraram no meio fio uns copinhos plásticos, e desta maneira pude dar-lhe de beber.

Me despedi rezando muito pela sua sorte, sem deixar de sentir um enorme aperto no peito por ter que deixá-lo ali naquela triste situação de doença, abandono, desprezo e indiferença que as pessoas demonstram ter por um ser inocente como ele.

QUANDO SOMOS BONS PARA OS "OUTROS" SOMOS AINDA MELHORES PARA NÓS MESMOS!