19 de jul de 2013

A história de uma felina feral

Eu estou mantendo na varanda do meu apartamento, uma gatinha de um a dois anos que é feral e não aceita ser posta para dentro de casa junto aos meus outros animais.
Enfim, ela deu cria e resgatamos os filhotes que ela escondeu muito bem e só os encontramos depois de 1 mês de idade.
Eles começaram a aparecer em pontos diferentes do conjunto de condomínios. Conseguimos manter a mãe deles pelo tempo de amamentação dentro do quarto que tem a varanda, mas ela sempre bufando e nos evitando chegar perto.
Ela não tem uma das patinhas dianteiras. Conseguimos outro feito, que foi levá-la dentro de uma armadilha para ser castrada! Ficamos com um filhotinho dessa ninhada e os outros três doamos!
Os gatos que perambulam pelos blocos dos conjuntos habitacionais não sobrevivem por muito tempo. As deformidades estão ficando cada vez mais presentes, pois eles vão cruzando entre irmãos, pais e filhas. Eu acredito que por isso tenham nascido gatinhos deficientes, sem patas como ela e os de outras ninhadas que acabaram morrendo.