31 de jul de 2010

Wikileaks

Foi ontem que vi uma entrevista na Globonews sobre o assunto Afeganistão. Basicamente era sobre o vazamento de informação, e uma figura que empunhando um jornal me despertou a curiosidade.
Fui então pesquisar o assunto e a palavra, achei um texto em um jornal que traduzia muito mal o texto. Hoje abro o site http://www.ihu.unisinos.br/index.php?option=com_noticias&Itemid=18&task=detalhe&id=34846 e lá entro, e leio um texto um tanto quanto melhor, que o anterior.
No entanto, continuo a boiar nesse assunto, mas sei que é de suma importância. E parece que esse estilo de dizer a verdade vai se firmar neste século. É oque eu espero. Uma imprensa mais livre e com mais democracia nos meios de comunicação.

28 de jul de 2010

Somos Tricolor de Coração

Hoje está rolando São Paulo x Internacional, em Porto Alegre.
Chego bem em casa, e bem no início do primeiro tempo. Estou com bastante fome, porque já fiz meu treino de natação. E a bike apenas me leva aos meus locais.

E não deu para o São Paulo. Mas, vamos agora ter a responsabilidade de ganhar no Grenal. E a culpa da vitória do Inter foi por causa que o São Paulo só ficou na defesa. Quase nem atacou em campo. Moral da história quem não ataca tem mais chances de perder! Que peninha. Sou fã do Rogério Ceni e ele foi bem, só frangueou na entrada da bola dando 1x0 e fim. Agora é no Morumbi.

Não existe pior sensação de tu estar em dia de jogo, numa cidade com o time da casa joga contra o time de seu Estado de origem. Bate uma sensação de melancolia e de infelicidade enormes. E a pergunta que não cala é: Que que eu tô fazendo? O Gilberto Gil canta: é só balançá que a corda te leva de volta prá ela.

maria mariah

25 de jul de 2010

A Caminhada das Vitoriosas

A manifestação saiu do Parcão`as 11:00h desta manhã, em direção à Redenção, e um stand de vendas com produtos da campanha, como camisetas, bonés e acessórios estava bem movimentado. Mesmo com a chuva e o adiamento para hoje, a Caminhada das Vitoriosas reuniu dezenas de mulheres. Porto Alegre é uma das capitais que ao longo de sete anos, vem dando apoio à esta campanha de prevenção ao cancêr de mama que indicam as pesquisas como Estado com a maior incidência.

Sai depois de tomar um café, meio insegura para correr, porque me sentia meio gripada. Isso devido as fortes quedas da temperatura, e também da umidade que, após tantos dias de chuva, vem atingindo toda região sul. Logo que, comecei a corrida fui me livrando das luvas, do gorro na cabeça e da jaqueta corta-vento. O sol ameaçou aparecer, por isso estava bem agradavel correr, já as ruas permaneciam ainda molhadas para quem ousasse sair para girar de bike.


Ao chegar no Parque da Redenção notei que os primeiros militantes dos candidatos já passeavam com suas bandeiras. A feirinha de artesanato tinha movimento meio fraquinho. O jeito foi me hidratar e comer uma bananinha catarina que levei no bolsinho. Observei um pessoal fazendo meditação, bem embaixo dos arcos. Mas, o chão estava frio e fiquei sobre a quina de um banco a comer minha dose de potássio. Como tinha tempo, resolvi me hidratar, e dar um pulo na pista de corrida, enquanto a caminhada não vinha. Dei umas voltas, meio no pique e pensei na volta para casa depois. A caminhada vinha vindo de forma bem lenta, pela rua. apenas olhei uns instantes e novamente reiniciei a minha corrida.

Contador vence a Volta da França