8 de jul de 2008

Sobre as carroças e outros...


Seguidamente fico da janela de meu apê a observar os carroceiros que passam pela Ipiranga carregados de carga, alguns empurrando nas costas suas coletas do dia, que nem sei bem, se são mesmo para reciclagem, pois vejo sempre um rastro de lixo jogado nas calçadas. Pior é o lixo que "muitos moradores" depositam nas "floreiras" que a Secretaria de Meio Ambiente fez nas marginais do Arroio Dilúvio e que servem de despejo de sacolas e claro, depois de reviradas são chutadas dentro do Arroio.
Uma pena mesmo!
Cavalos, assim como diria "O Magri: também são gente".
Devaneios à parte, e eu diria que até concordo em parte tirarem as carroças das vias. Me lembro quando um amigo professor, lá da gurizada na Ilha Grande dos Marinheiros, me levou de carro conhecer a região e numa ponte próxima da entrada tinha um acidente envolvendo uma carroça. E quem se deu mal foi o pobre cavalo que perdeu a vida. Ai ouvi de uma liderança local xingamentos e uma enxurrada de reclamações contra o PT que era governo naquela época. Mas soube, imediatamente que a política do governo foi sempre em defesa dos pobres e das pessoas que trabalhavam com cavalos em carroças reciclando.

Bem, eu quiz apenas mostrar aqui que conversei com um senhor bastante conhecido na cidade, por transportar papéis e outros materiais em sua bike. Ele me chamou atenção passando na frente de casa outro dia. Me dispus inclusive a conseguir-lhe um capacete. Solicitei a alguém da lista de ciclismo do bike-rs no yahoo e consegui. tive o prazer de lhe entregar caramanhola, capcete e luminoso lhe para auxiliá-lo em sua segurança. Já que nem se via que embaixo da coisarada toda mais a bike ia também o seu Eglair.
Ele me conta que muito gringo, vindo participar dos FSM já lhe fotografaram, mas que até hoje ninguém tinha se preocupado com sua segurança. Esse tipo de trabalho que ele faz reciclando papéis, e não utilizando cavalos que em geral, são muito maltratados e os vemos exauridos em suas forças até o limite arrastando cargas dia e noite aqui na cidade. Logo ali em frente ao Shopping Ipiranga, tem a Vila Cahorro Sentado, e lá funciona uma cooperativa de recicladores.

Nenhum comentário: