9 de jun de 2011

Reuniões

Hoje tem mais outra rodada com os técnicos da EPTC eles vão expor os projetos da ciclofaixa da Av. Loureiro da Silva. Nós os ciclistas atropelados ou não, deveríamos comparecer para cobrar-lhes sobre o não cumprimento da implantação do projeto aprovado no PDC (Plano Diretor Cicloviário) desta capital aprovado há mais de dois anos atrás!

Até agora oque se viu foram muitas competições esportivas pela serra gaúcha agregando ciclistas com poder financeiro e meios de se deslocarem em seus veículos para competir. Aqui não se vê nenhuma atitude das autoridades no sentido de fazer cumprir os prazos das obras aprovadas de construção das ciclovias nos bairros, locais onde a faixa populacional é mais carente e necessitada de meios de transporte mais econômicos, como a bike por exemplo.

Há muitos anos já venho perdendo tardes, noites e às vezes períodos inteiros do dia para acompanhar junto a meia dúzia de outros ciclistas que parecem ser sempre os mesmos e ouvir aos longos bláblaá blás de promessas e mais promessas dos responsáveis por execussão dos projetos. Parece que oque importam são apenas os prazos de cumprimento das obras a serem entregues até a data da Copa em 2014.

Quando me atropelaram eu protocolei queixa junto à EPTC e escrevi carta e recebi telefonema de um diretor na época que ainda por cima ficou muito brabinho comigo por eu ter metido o pau na "qualidade de vida"que foi apenas oque me fez mudar-me para esta capital de gaúchos e gaúchas e que na real nunca encontrei afinal.

Saio todo dia e não vou em microfones me gabar disso e daquilo, por que além de ter sido brutalmente atropelada na rua por um coletivo que não prestou socorro, fugiu....ESCAFEDEU-SE. E não soube me amar....Oh, Baby! lembro-me sempre disto, pois o principal seriam fiscais no trânsito, bem como sinalização adequada e mais a reeducação dos motoristas dos principais meios de transporte, como ônibus, lotação, taxis, carros e vans escolares. Ainda não ouvi sobre como ficou a promessa da Prefeitura para a reivindicação dos ciclistas feita em 1o. de março?


Dentro de mim, após anos e anos não cala a pergunta: será que será que por eu ser ciclista não merecia o mesmo tratamento dispensado a qualquer um que seja como sou uma cidadã nos seus direitos e nos seus deveres para com minha nação?

Ninguém quer saber!
Desisti há um bom tempo de tentar explicar como é velado esse desrespeito com o usuário da bicicleta, o ciclista no trânsito e, parece que as pessoas entendem apenas quando o martelo bate em seu próprio dedão!
PQP!

Mas, sou neta e filha de espanhóis e teimo, assim como me foi mostrado numa bela mensagem do filme sobre a trajetória do ex-presidente LULA do Brasil...a mãe dele o aconselhou por toda vida: Teime meu filho teime.
Eu teimo e tenho teimado em ser ususária da bike, mas continuo a dizer que sempre serão os mesmos a ir nestas reuniões e que apenas um ou outro vão poder se expressar.

Nenhum comentário: