24 de jul de 2012

As Margens do Ipiranga

há dias que venho notando a movimentação nas margens do Arroio Dilúvio da Ipiranga. Acredito tratar-se de uma limpeza de rotina, porém quanto a poda das árvores maiores deixa muito a desejar, já que eles estão cortando os galhos bem junto ao tronco!
Em alguns pontos a vegetação era muito espessa e inclusive bem próximo de onde resido podia observar o movimento dos usuários de drogas pela noite afora escondidos nas moitas!
Dessa feita estão desbastando as folhagens e isso torna mais visível toda a margem praticamente do arroio.
A situação destas margens e do próprio curso das águas poluídas é de bastante pesar! Já vi pessoas andarilhas vivendo a custas de sobras de lixo atiradas por muitos moradores e vizinhos que conheço daqui da minha região. Um desses andarilhos que eu observei por dias e me fiz reportar a um órgão público que julguei responsável por esse tipo de incidência muito me decepcionou, já que esse andarilho chegava a tomar a água, se assim podemos chamar de copinho.
Também é triste ver que ali se encontram animais silvestres em meio a lixo e imundice de todo tipo. Uma vez visualizei um homem morador das proximidades chegar com uma coisinha que jogou nas floreiras que já há muito se tornaram depósito de lixo de todo tipo. mas, nessa feita sai de casa e fui ver do que se tratava e me surpreendi ao ver que era um filhotinho lindo de gato. Recolhi o animal e sai em busca do indivíduo que descobri onde morava! Felizmente consegui doar muito bem o bichano que se chama JOÃO. Tenho há aproximadamente dois anos uma cadelinha que ficou morando conosco após permanecer por dias e dias no talude do mesmo arroio. Levei alimentos a ela por 3 dias e finalmente a recolhi e hoje é muito querida aqui em nossa casa e levou o nomezinho de Noviça!
Muitos animais são abandonados neste arroio e verifico noite adentro a grande quantidade de ratos e ratazanas que circulam em suas margens. neste mesmo local vai existir uma ciclovia! também sou ciclista e achei muito ruim que a prefeitura fizesse dessa forma a ciclovia nas margens do arroio, sem consultar ciclistas e nem se preocupar com a flora ao longo das Margens da I

piranga!

Nenhum comentário: