27 de abr de 2013

Porque hoje é sábado

E de manhã após ritual, hábito ou disciplina, sei lá...saio da cama e me deito no chão, com tapete e edredon para iniciar minhas séries de abdominais. Feito isso, inicio uma prática de yoga que apenas consiste alongamentos seguidos de intervalos de descanso de uma respiração profunda.

Caminha arrumadinha e parto pro coffee break. Tenho sido assídua consumidora do café melita séries brasileiras, prá quem não conhece são sabores de café do sul de minas, serrado e mogiana. Coados direto numa caneca de ágata que trouxe de Belo Horizonte!
Meu pão costuma ser uma fatia de pão sírio que tem que ser integral e acostumamos a usar a marca baalbek que pode parecer cara pois é um pão que não é volumoso, como o pão que se come acompanhando os pratos na rede dos habib's, este é bem magrinho, e tem a vantagem de não levar fermento na massa!

Sábado é dia de ir ao cinema. O café tem que acabar e me ajeito de acordo com o clima lá fora, já que saio de bike. Em geral quando tenho corridas grandes como a de amanhã penso no que vou comer e onde vou comer, já que comidinha de shopping em geral é cara e deixa sempre um que algo a desejar!Sempre que posso opto por um lanche que encontro mais saudável comparado aos McDonalds da vida descobri pelo meu filho a rede Subway. Ali tem um sanduba para cada dia a sua escolha. tenho comido o baratíssimo que é R$5,95 ele nada mais é do que um dos sanduíches da semana escolhido sempre para permanecer por algumas semanas como opção mais barata, dai o nome baratíssimo.


Hoje na sessão de cinema que fui tive uma incomodação inusitada, já que ali nas sessões do clube do professor há de tudo que é tipo de situações. Uma delas que ocorre frequentemente é a de pessoas que deixam seus celulares ligados, com um agravante que é o de atender e ficar no maior lero, enquanto isso o constrangimento de quem está ali sem que tenha ao menos um funcionário para advertir o(a) mala e tem outros que comentam o filme o tempo todo, ou repetem palavras como papagaio!
Uma senhora que me sentei ao lado na sessão de hoje me encarava toda vez que eu bebia água. Não entendi! Tive vontade de saber qual seria o problema se alguns minutos antes sua vizinha de banco havia atendido o celular que tocou e depois não largava mais dele enviando e recebendo mensagens! Tive fome pois precisava repor as energias do pedal que me levou ao cinema e tirei cuidadosamente um saquinho de amendoim ligth que pago R$ 1,99 no supermercado e para nós ciclistas é um rico alimento. assim eu abri o saquinho que óbvio fez aquele leve barulhinho, e não é que um ou uma idiota arrogante e insolente fez psiuuuuuuuuuuuuuuuu!


E a véia senhoura do meu lado me encarando!
Mas que que eu ia dizer, mas eu disse, disse assim ó: Tem gente usando e abusando do celular e não estou vendo ninguém reclamar. Nisso um casalzinho da frente se virou prá olhar. E não é que a véia senhoura abriu a bolsa e mexeu remexeu no celular e eu ai cruzei a perna com o pé apontando prá ela todo tempo.
Mas que que é isso gente?????????????
Essa mania de posse me irrita tanto, mais tanto!

Como o filme tinha tudo a ver eu relevei essas inconveniências que costumo frequentemente me deparar nesta capital dos gaúchos!

Por fim fui conhecer um novo shopping o Wallig, pois a retirada do kit de corrida de amanhã era na rede de lojas Centauro.
Um belo kit achei, já que há tempos venho pensando adquirir uma toalha de microfibra para natação e mais uma ótima sacola e um par de meias.
Comi um almocinho trivial feijão com arroz, filé de frango, polenta, fritas e saladinha. Tudo por R$12,90.

Tudo isso acontece aos sábados!


Nenhum comentário: