5 de jul de 2009

E a bolha estourou

Relativo a morte do Michael Jackson, assunto há mais de 2 semanas no noticiário. Oque tenho a dizer é que ele pagou com sua própria existência.
Via o cantor ultimamente, com sentimentos confusos que, iam da repugnância a piedade.
Difícil entender como a superficialidade pode chegar a níveis tão altos!
Para mim ele é o fruto, e o exemplo das supers, super produções, super estrelas, super famosos, super ricos, super estranhos, supers...
Lygia Clark, preocupando-se mais com a cura do que com a performance, deixou de querer ser vista como artista ao se aprofundar na psicanálise. Aqueles que buscaram ir até o limite da equação arte-vida perceberam que há uma linha a partir da qual uma ação já não deve mais ser considerada arte. Não porque seja menos interessante do que a arte, mas porque seria falseamento vê-la como tal. Essa linha não é tão facilmente visível, é como a superfície de uma bolha. Fazendo- a inchar, cedo ou tarde ela explode. Não há como levar o mundo todo para seu interior. Nem há motivos para isso, pois há coisas que se tornam mais pungentes quando em outras esferas. O que não se pode é tomar uma bolha, devido ao formato esférico, pelo planeta, pois a arte não é maior que a vida. (revista DaSartes - Ivan Hegenberg)
Os exageros da modernidade vão justamente da necessidade de extremos exageros.

Peguei ontem num canal de TV depoimentos de zootecnistas e veterinários sobre o desrespeito a vida animal. No documentário há esclarecimentos de que são totalmente violados os direitos animais por conta da produção de alimentos em mega escala.
Há uma campanha no site da wspabrasil.org sobre o resgate e concientização das pessoas mostrando que existem de fato na Declaração Universal do Bem Estar Animal um grande desrespeito com os bichos dos quais nos servem de alimento todos os dias. Porém, eles nem sequer são cogitados em certos países como o nosso. Em muitos países da Europa já há essa conscientização e engajamento dessa luta que se inicia, lentamente.
Que fazer então? Abandonar os hábitos de comer carne totalmente?

Nenhum comentário: