18 de jun de 2011

Corrida da Maioridade e Caminhada

É neste domingo, a Corrida da Maioridade em Porto Alegre, com percurso de 5km. A largada será às 10:00h da manhã. A retirada dos kits entre às 8:00 e 9:30hs, mediante entrega de 1k de alimento não perecível.

Para participar da caminhada, não é necessário inscrever-se. Basta comparecer à Usina do Gasômetro, dia 19 de junho, domingo, às 9:00h. Os primeiros 500 participantes receberão uma camiseta mediante a entrega de 1kg de alimento ou 1 lata de leite em pó.

O percurso da corrida irá em direção ao centro, pois ocorre no mesmo horário a corrida feminina Donna Run Brasil com largada próxima ao Parque Marinha, às 9:00h.

Eu fui procurar informações sobre as corridas de amanhã e de bike passei de tarde pela montagem dos pórticos e estruturas das duas corridas. Depois fui conferir o espaço de relaxamento e outras atividades oferecidas dentro do mezanino da usina do gasômetro às inscritas, apenas na corrida feminina.

Um comentário:

Anônimo disse...

SEI QUE GOSTA DE UMA POLITICA DECENTE,ENTÃO...
A PONTE E A FILA
A HISTÓRIA DE UM FILHO DA PUTA HONESTO
A VENDA NA LIVRARIA SARAIVA





Resumo
O grau de honestidade, de certa forma, sempre foi tratado como um tabu. A esperança em encontrá-lo de forma satisfatoria nas outras pessoas é o que fazem alguns não enterra-lo dentro de si próprio de uma vez por todas. Ninguém quer ser vitima dos desonestos, mas, às vezes, fazem vitimas para os iguais.




Autor
Sufi, Sergio

MAIS IMAGENS


Detalhes
Em nossa contemporaneidade, mas no passado distante, Laura Santos, uma órfã abandonada no portão de um convento, ainda bebê recém-nascido, foi encontrada pela irmã Sofia, uma freira, que com a ajuda de outras irmãs a criou e a educou dentro dos princípios cristãos. Aos seus dezessete anos, em uma investida de caridade, Laura conheceu Rebeca, uma drogada, interna em um hospício. Laura, em sua ingenuidade, achou ter encontrado uma amiga, porém, Rebeca a desvirtuou dos caminhos e das práticas cristã, levando-a a prostituição. Já pós-Balzaquiana, e conhecendo os dois lados da vida, resolve dar um sentido à sua existência, concebendo um filho e ensinando-o, na sua concepção, o lado mais compensador da vida, pela sua experiência. O certo é que o menino foi aprimorado e se tornou o filho de uma puta honesto! Mas, mesmo na fase adulta, seus empreendimentos eram escassos. Formado em história, vivia conspirando contra a própria história da humanidade; sempre reinventava interpretações, que embora lógicas, não tinha como prová-las. Nos fatos históricos, que podiam ser temperados com profecias, para cada acontecimento, como marco na humanidade, criava hipóteses em forma de teorias, que ele norteava como certa, ainda mais quando essas podiam ser recheadas de algo divino, nestes acontecimentos. Quando perde a mãe por uma doença terrível, desenvolve em si um estado de inércia que nada parecia ter a menor importância. Assim, algo extremamente cotidiano o desperta para vida. Então, resolve ser um político, como forma de ocupar-se e trazer um novo sentido para a sua existência. E daí? Um filho duma puta honesto ele conseguiu ser! E agora como político! Será que ele conseguirá ser um político honesto? Esta é a historia de A Ponte e a Fila!
Informação Adicional
A VENDA NA SARAIVA
Autor Sufi, Sergio
ISBN 978-85-7923-251-0
Páginas 243
Formato