2 de fev de 2011

Baratas nas calçadas

Eita cidade que tem baratas!
Enquanto caminho na calçada com minha cadelinha que passeia de manhã e de noite, fujo de ter que ser obrigada a esmagar estas criaturas nojentas, as baratas em Porto Alegre. São inúmeras, tem as que adentram sua residência, as que te esperam nas calçadas, e as que aparecem de surpresa. São umas incovenientes.

É só chegar o calor e elas saem em uma quantidade assustadora de locais como bueiros, bocas de lobo, caixas de gordura nas cozinhas, buracos na terra, são inúmeros locais onde elas habitam e te fazem sentir um verdadeiro pavor ao saírem passear como donas de tudo! Isso é uma das coisas nesta cidade que também não me acostumei.

Hoje fomos ao super e encontramos atirado atrás da gondôla, de produtos como inseticidas e refil anti mosquito, um dos produtos entre os mais caros, para extermínio de insetos. O produto vem com 6 caixinhas que tu coloca no chão numa espécie de armadilha para baratas. Ele sai em torno de 10 pilas. Nós não podemos ficar utilizando-nos de sprays por um simples motivo, temos animais dentro do ape. Eu já me utilizava do antigo método das baratinhas das bolinhas de naftalina, mas a coisa tem sido mais islâmica e agora tem-se que apelar para novos métodos. Vejo na Tv os sprays de parede que lançam jatos continuamente, mas confesso que não dá para confiar plenamente neles.

Pelo preço considero que sejam eficientes, mas isso ainda é relativo, pois eles devem ser pelo menos um terço melhores que os sprays de apertar com o dedo. trouxe um desses também, pois tinha um preço promocional devido estar competindo ao lado desses de parede na mesma gondola do supermercado que fomos.

Nenhum comentário: