30 de set de 2011

Mais um dia de massa



Pois é diz-se que a melhor coisa para atleta pós esforço é uma massa!
Eu hoje fui contar ladrilhinhos e depois de um belo e relaxante banhão catei a magrela no paraciclo do meu clube e me dirigi à concentração de mais uma edição da Massa Crítica/2011 que ocorre toda última sexta-feira do mês.

Fui bem na manha por causa que o asfalto estava bem molhadinho e escorregadio, por sorte sai com pneu biscoito da Montain. Cheguei lá já estava coalhadinho de ciclistas aguardando que mais gente fosse chegando. Encontrei um amigo e fui logo lhe contando que tinha conseguido pegar o pneu 1.10 para minha Gtzinha, mas que qual não foi minha surpresa ao me deparar com dois rasguinhos em sua lateral. Tirei de letra, afinal não sou borracheira mas sei que se colar um remendo grande por dentro dá prá ir levando assim mesmo. deixei secando de uma noite para outra. Enquanto isso fiz uma limpeza do quadro e da corrente todinha. Pela manhã o dia estava feio e depois do café decido sair com a dog e fazer umas fotos que no dia anterior me deslumbrou a paisagem e as flores enfeitando a cena toda.


Nossa quanta coisa para contar, mas o importante foi que as fotos ficaram boas, apesar da pouca luz e até de um pouco de chuva, ou de uns pingos na real que caíram pela manhã. Chuva mesmo só mais a noitinha. Voltando a me lembrar da conversa sobre os pneus lá com meu amigo na concentração da Massa. Quando os remendos secaram finalmente outra surpresa o aro da GT é bem menor e não deu!

Agora bateu desespero! Queria muito falar com alguém naquele momento que vi que o pneu era maior, mas não tinha ninguém online na internet. O jeito foi almoçar e esperar para instalar o MSN na máquina e chamar por um amigo em regime de emergência para assuntos mecânicos.

Ele combinou que iria na massa caso não chovesse, porém bem pertinho do horário da saída às 18:00hs deu uma chuvinha e parou! Mas, o amigo não foi! Fiquei observando as pessoas novas e interessantes que iam surgindo, ou que já estavam por lá. Quem chegou arrasando foi o Macedo que veio trajado como um ser interespacial, seu traje era feito de sacos plásticos pretos de 30 litros nos quais ele passou uma fita de durex e deu aquele contorno meio infladinho de roupa de astronauta. Ainda não bastasse ele enfiou no canote do banco a parte do caule de uma folha de palmeira que ia varrendo. "Vo barrendo, vo barrendo...ou varre, varre vassourinha! Foi mesmo hilário ver esta imagem.

O nosso trajeto hoje foi sugerido pelo Natan que inclusive distribuiu a todos presentes uma cópiazinha com um mapa. Fomos em ruas que ainda ninguém tinha sugerido de irmos. Fomos passando por avenidas como a Osvaldo Aranha e cruzamos a Av. Ipiranga nos dirigindo à Bento Gonçalves. Desse trecho em diante eu vi que a chuva começava cair em pingos mais grossos resolvi largar para casa que dali era um pulinho. a chuva voltou a cair só depois de uma hora. Logo quando fui ao super, ao sair das compras nenhuma chuva.

Agora o céu troveja lá fora, mas ainda vou sair caminhar um pouco se não estiver chovendo grosso novamente!

Nenhum comentário: