21 de jul de 2010

O mecenas do pintor

Hoje fiz tudo para sair cedo da cama, e o frio estava violento. Depois de pular da cama, fui ao banheiro olhar pela janela como estava o tempo e tive que abortar a saída para o centro com bike. Motivo: Tudo encharcado lá fora!


Apresso o passo e vou caminhando até a parada. Em seguida, avisto um enorme busão vindo, lá vou eu gastar meu dinheiro em passagem. Saudosa de meu meio barato de transporte, a bike que, com chuva e frio se obriga a não sair.


Passei algum tempo numa fila pela manhã, depois numa orientação jurídica, e porfim caminhando pelo centro decido ir no poder legislativo, na AL. Creio que, ainda tenha muita gente que, desconheça que lá é possível acessar um computador por 30 minutos, mediante apresentação de documento. É um serviço gratuito, porém oque me levou hoje lá, foi para averiguar se meu pedido de colocação de um bicicletário junto ao estacionamento havia sido aprovado, ou rejeitado. Fiz esse pedido em junho de 2009 e liguei para saber a resposta algumas vezes, mas me diziam que estaria em andamento. Porisso resolvi procurar pessoalmente a Ouvidoria, e soube que meu pedido não havia sido aprovado.

Sai bastante chateada com o documento dentro da bolsa. Almoço umas bobaginhas, um pacotinho de mandioquinha tipo batata chips, um peito de frango à milaneza e um gatorade. Enquanto caminhava no centro de Porto Alegre avisto na parte externa do MARGS os baners da exposição de Portinari. Essa exposição que vem nos visitar é imperdível! Ela vai ficar aberta ao público até agosto. Os quadros fazem parte da coleção de Castro e encantam pela sua indescritível beleza, difícil definir com palavras.

Nenhum comentário: