23 de jul de 2010

Política

Será que alguém se irrita tanto quanto eu, com pessoas que dizem "poooolítica" ?
E, são essas pessoas que em geral têm o pior discernimento de democracia e liberdades de expressão, ou seja, são os reaças mesmo! Essa enfase no "o" (da palavra política) me soou sempre como uma forma pernóstica de se expressar sobre um assunto que, não se tenha simpatia.

Logo cedo ouço no rádio dois comentaristas que, se consideram muito formadores de opinião, mas que me transmitem apenas ranço e ódio. Quase não consigo mais ligar o rádio por volta das 9, e 10 horas da manhã em função dessas duas criaturas rançosas falando no rádio. Eles fazem ataques diretos aos partidos que não compactuem com suas idéias. Levantam bandeira contra tudo e todos que assumem posturas de esquerda, indo ao cúmulo de atacar desaparecidos políticos.

Hoje ao me acordar fiz musculação caseira. Ela consiste em se aproveitar material de garrafas pet, onde são introduzido material para servir de regulação ao peso desejado para a prática dos exercícios que lhe forem recomendados. Em meu caso possuo duas avaliações, uma do instrutor de natação, outra do Guilherme, personal da ESEF, que foi quem me ensinou a utilizar o material reciclável.

Ontem estava muito frio ao final do dia, para se fazer um treino de corrida na rua. Mesmo assim, após nadar por volta de 1 hora, fui correr. A temperatura ficou em torno dos 9 a 10 graus. Confesso que me enxerguei com os olhos de outra pessoa, e eu fiquei me achando muito corajosa por ter atitude de enfrentar aquele frio! Esbarrei pelo André, e o mesmo apenas fazia uma leve caminhada, ao lado de sua namorada. Comentei que avistei de longe correndo só de camisetinha, o Marcelinho fazendo uma corrida de passos largos e mais longos. E, eu creio que, este seja o melhor treino para se aumentar velocidade numa corrida de maior distância, talvez.

Vejo notícia de o primeiro debate on line da internet com os presidencíaveis foi cancelado. A justificativa dos organizadores foi da falta de disponibilidade de alguns, dos candidatos. Muito me fiz saudosa ao me deparar, com o então mediador que, seria O Heródoto Barbeiro, do qual eu fui aluna na época de estudante secundariasta, do Colégio/Cursinho Objetivo. Suas aulas de história eram uma maravilha, ele foi a meu ver um dos mais brilhantes educadores em São Paulo, na década de 1970.

Nenhum comentário: